Project Relate: Google usa IA em app para deficiência de fala

Imagem de celular com logotipo do Project Relate, com foto de pessoas com deficiência de fala.
Descrição da imagem #PraCegoVer: Arte dividida na metade com plano de fundo azul, à esquerda, e foto colorida, à direita. Sobre o fundo azul há um celular com os logotipos do Project Relate e do Google. Na foto há duas pessoas. À direita, Aubrie Lee, que tem deficiência de fala, segurando um celular aberto no novo aplicativo. Está de perfil, tem pele branca e cabelos pretos longos. Usa óculos de grau e casaco claro. À sua frente, em segundo plano, está um colega em cadeira de rodas. Tem pele branca e cabelos pretos. Usa máscara nasal de oxigênio, camisa e casaco azuis. Créditos: Edição JI

App usa 'machine learning' para identificar padrões de voz de pessoas com deficiência de fala para uma melhor comunicação; aplicativo de acessibilidade digital para Android já está em fase de testes, em inglês

Para milhões de pessoas no mundo, falar e ser entendido pode ser uma tarefa difícil, como resultado de problemas que afetam a fala – derrames, ELA (esclerose lateral amiotrófica), paralisia cerebral, lesões cerebrais traumáticas ou doença de Parkinson.

Project Relate

Hoje, o Google anunciou que está convidando um grupo inicial de usuários para testar o Project Relate , um novo aplicativo para Android que pretende ajudar pessoas com alguma dificuldade ou deficiência de fala a se comunicar com mais facilidade e também a interagir com o Assistente do Google .

“Ainda não temos previsão para lançamento local (no Brasil), mas compartilho o material com todas informações”, segundo a assessoria de imprensa, em resposta ao Jornalista Inclusivo. “Caso brasileiros que falam inglês tenham interesse em participar, é possível preencher o formulário no site g.co/ProjectRelate  e nossa equipe vai entrar em contato nos próximos meses”, informou.

O Project Relate dá continuidade a anos de estudos conduzidos pelas equipes de Fala e Pesquisa do Google. Esse trabalho é possível graças a mais de um milhão de amostras de fala  gravadas pelos participantes da pesquisa. Agora, o Google busca pessoas cuja língua materna seja o inglês, para fazer testes  na Austrália, no Canadá, na Nova Zelândia e nos Estados Unidos, capazes de experimentar o app e oferecer sugestões e opiniões para aprimorá-lo.

Pessoa segurando celular aberto no app Relate.
Descrição da imagem #PraCegoVer: Imagem retirada do vídeo oficial do Google, de apresentação do novo aplicativo. As mãos da Aubrie Lee estão sobre a mesa, segurando o celular. Na tela do dispositivo, com plano de fundo branco, aparece o logotipo do app Project Relate. Créditos: Reprodução

Quem participar dos primeiros testes do Project Relate será convidado a gravar um conjunto de frases. O aplicativo vai usar essas frases para aprender, automaticamente, a compreender cada vez melhor diferentes padrões de fala, de diferentes pessoas. Os participantes dessa primeira etapa também terão acesso aos três principais recursos do app: Ouvir, Repetir e Assistente.

Acessibilidade digital

Ouvir: neste recurso, o app Relate transcreve a fala para formato de texto, em tempo real. Com isso, é possível copiar e colar o texto transcrito em outros aplicativos, ou permitir que outras pessoas leiam o que a pessoa deseja dizer.

Repetir: o recurso repetir pode ser usado para reafirmar algo que já foi dito, usando uma voz clara e produzida por sintetizador. Esperamos que esse recurso seja particularmente útil em conversas presenciais, ou até quando a pessoa quiser dar um comando para um assistente digital doméstico.

Assistente: com este recurso, é possível falar diretamente com o Google Assistente a partir do app Relate. Isso permite realizar diferentes tarefas ao mesmo tempo, de forma simples, como acender as luzes e pedir para tocar uma música, por exemplo.

Pessoa em cadeira de rodas conversa com pessoa de cabelos pretos longos, usando máscara de proteção.
Descrição da imagem #PraCegoVer: Nesta imagem, também foi retirada do vídeo, Aubrie aparece com casaco claro, máscara de proteção preta e boina cinza. Ela segura o celular, enquanto conversa com o colega cadeirante. Créditos: Reprodução

Para criar esse aplicativo, o Google tem trabalhado em estreita parceria com muitas pessoas que têm algum tipo de dificuldade de fala. Uma delas foi Aubrie Lee, gerente de marca no Google, cuja fala é afetada por uma distrofia muscular. “Já me acostumei com a expressão no rosto dos outros quando não entendem o que digo”, conta ela. 

“O Project Relate pode representar a diferença entre esse olhar confuso e um sorriso amigável de compreensão”. Aubrie trabalha na equipe de marketing que define os nomes de novos produtos, e por isso também ajudou a batizar o novo aplicativo!

Já de acordo com o blog oficial do Google e Google Brasil, “se você tiver alguma questão que dificulte a compreensão da sua fala, pode nos ajudar dando sugestões e opiniões sobre o app do Project Relate para Android, colaborando como testador(a)”, através do mesmo formulário . “Graças a ajuda de usuários, esperamos criar um futuro no qual pessoas com dificuldade de fala possam se comunicar e ser entendidas com mais facilidade”, segundo a publicação.