fbpx

Permita-se Ver Além: Moda com proposta de design inclusivo

Modelos com Síndrome de Down com camisetas da marca Permita-se Ver Além
Descrição da imagem #PraCegoVer: Fotografia com duas pessoas com camisetas do projeto Permita-se Ver Além. Do lado esquerdo está o Dudu, jovem com Síndrome de Down (Trissomia do cromossomo 21), pele branca e cabelos grisalhos. Usa óculos de grau e camiseta preta com estampa que é uma releitura da obra Abaporu (Tarsila do Amaral). Ao seu lado está a Larissa, jovem que também tem a T21, pele branca, cabelos pretos longos e óculos de grau. Ela está com uma camiseta branca com bordado em linha preta e a frase: Inspire outros a ir além. Créditos: Divulgação/ Christyam de Lima

Conheça o projeto de moda que valoriza a participação e o protagonismo da pessoa com deficiência

Da cidade reconhecida como polo da moda de Minas Gerais – Divinópolis, o projeto de moda com etiquetas em braille Permita-se Ver Além tem como embaixador o humorista Geraldo Magela

Projeto com pouco mais de 1 ano, lançado em dezembro de 2019, o Permita-se Ver Além confecciona produtos de moda com proposta de design inclusivo. Entre as opções disponíveis para venda estão: T-shirts unissex, camisas e camisetas femininas, bolsas e necessaires.

Muito além da máxima ‘detalhes que fazem a diferença’, as peças são desenhadas e desenvolvidas a partir de conceitos do design inclusivo, por tecnologia assistida através do design de superfície, e etiquetas em braille – com informações como tamanhos e cores.

Utilizando frases e releituras como a do Abaporu , da artista brasileira Tarsila do Amaral, as T-shirts contam com estampas desenhadas pelo jovem Lorenzo Martins, que tem Transtorno do Espectro Autista (TEA). “Isso nos possibilita a valorização dessas ilustrações e, a oportunidade ao ilustrador de uma inclusão futura ao mercado de trabalho na área da moda”, revela a criadora do projeto Tascy Rezende.

Formada em Moda e Especialista em Design de Beneficiamento Têxtil, a designer responsável pelo projeto explica que além da inclusão, essa é uma forma de demonstrar outras possibilidades têxteis através dos desenhos infantis, chamando a atenção de educadores e alunos para a importância da arte nas escolas.

Três pessoas com camisetas do projeto Permita-se Ver Além
Descrição da imagem #PraCegoVer: Fotografia com três pessoas, a Larissa e o Dudu, da foto anterior, e a designer Tascy Rezende, que está entre os dois. Tascy é uma mulher branca, com cabelos escuros na altura dos ombros. Ela e a Larissa estão se olhando, sorrindo e de mãos dadas, enquanto Dudu olha para frente. Créditos: Divulgação/ Christyam de Lima

O produto do projeto ‘Ver Além’ tem valor social e inclusivo. “Nosso objetivo é de que pessoas com e sem deficiência tenham a oportunidade de comprar na mesma loja um produto com o mesmo estilo e funcionalidade, gerando novas oportunidades de trabalho e experiências de compra, onde o consumidor tem total ação de escolha do produto”, explica.

O que os olhos não vêem, é o coração que sente!

Tascy conta que o projeto nasceu depois de auxiliar uma pessoa com deficiência visual a atravessar uma rua de sua cidade, e que despertou seu olhar para a inclusão. “Decidi saber mais sobre as deficiências, suas dificuldades e desafios; estudei sobre ergonomia, Libras (Língua Brasileira de Sinais) e braille”.

Testou a primeira etiqueta em braille na ADEFOM – Associação dos Deficientes do Oeste de Minas , conseguindo sua avaliação através do tato de pessoas que trabalham nessa instituição, e que deram a confirmação: “A etiqueta funciona. Possui uma resposta tátil de leitura excelente!”

Foi ouvindo a opinião de possíveis usuários desse produto, que a designer Tascy descobriu que seu trabalho está além de uma etiqueta em peças de roupas, é uma conexão que chama a atenção e convence a todos que é possível e necessário ir além do que se vê, do que se tem, e de quem você é.

Modelos negros de cabelo black usando Permita-se Ver Além
Descrição da imagem #PraCegoVer: Fotografia com modelos com camisetas do projeto. Do lado esquerdo está a Jaci, jovem negra com cabelo black. Usa calça preta e camiseta da mesma cor, com bordado de coração em linha vermelha, na altura do peito. Ao seu lado está o modelo Jhonatan Caetano, negro de cabelo black, que usa calça clara e camiseta preta com bordado de linha branca o escrito Permita-se, em torno da gola, e Ver Além, na altura do peito. Créditos: Divulgação/ Christyam de Lima

Questionada sobre roupas adaptadas para pessoas com outras deficiências, a designer explica que faz um trabalho de acordo com a demanda: “Estamos trabalhando no projeto de peças inclusivas desenvolvidas com adaptações personalizadas conforme a necessidade do cliente. As peças são modeladas dentro da ergonomia e medidas que atendam a necessidade específica de cada cliente. Fabricamos peças personalizadas e exclusivas voltadas para este consumidor”.

Apoiadores do Permita-se Ver Além

Com sorriso que escapa fácil no rosto e palavras cativantes, o humorista e palestrante Geraldo Magela é reconhecido no Brasil e no exterior pelo talento e criatividade para lidar com a deficiência visual, em todos os aspectos sociais. Lembrado por várias gerações pelo personagem Ceguinho, é um dos humoristas mais populares do país, e embaixador da marca. Assista ao vídeo abaixo:

Outro apoio de relevância ao projeto vem do professor Ricardo Malta, dos cursos de Administração, Informática, Relações Interpessoais, Ética Profissional e Informática Básica com leitor de tela para pessoas com deficiência visual, pela PUC Minas. Relações Públicas multifacetado, e com deficiência visual há 15 anos, Malta atuou como estilista nos anos 80, na alta-costura e prêt-à-porter. “Devido a sua experiencia na moda, ele foi elemento principal na validação das etiquetas em braille do projeto Ver Além”, finaliza Tascy.

Sobre a idealizadora:

Tascy Rezende é Divinopolitana, formada em Moda, e atualmente é consultora da Bordar e de diversas marcas de moda da cidade e região. Especialista em Design de Beneficiamento Têxtil, foi em busca de uma moda com propósito, e encontrou no design inclusivo sua mais nova paixão, a de criar produtos funcionais, por uma tecnologia assistida através do design de superfície, que atenda ou solucione necessidades específicas de pessoas cegas e com deficiência visual.

Sobre o ilustrador:

Lorenzo Martins é Curitibano, tem 15 anos e aluno no Instituto Educacional Pentágono, em Oliveira (MG). Desde pequeno, demostrou potencial artístico através de seus desenhos, tendo inicialmente gosto por reproduzir animais. Suas habilidades artísticas foram se aprimorando e hoje, além dos desenhos, Lorenzo realiza trabalhos com moldes, recortes e arte com madeira e massa de modelar. Foi diagnosticado com Transtorno do Espectro Autista (TEA) ainda início da vida escolar. 

Tascy Rezende, Permita-se Ver Além
Descrição da imagem #PraCegoVer: Tascy Rezende está sorrindo, em pé, olhando para frente. Usa com calça jeans e camiseta azul clara. Está com a mão esquerda na cintura, e a outra sobre a perna. Atrás dela algumas motos e carros. Créditos: Christyam de Lima

Canais de contato:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no tumblr
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
Rafael Ferraz Carpi

Rafael Ferraz Carpi

Rafael Ferraz Carpi - Founder & Publisher (MTB: 0089466/SP). Jornalista formado em Comunicação Social (2006), Rafael assina como Editor responsável pelo conteúdo, edição geral e publicações. Autor do projeto Jornalista Inclusivo (JI) nas redes sociais e na Web, foi repórter em jornais impressos e em rádio AM, fotógrafo em navios internacionais de cruzeiro e assessor de imprensa. Ativista social, é criador de conteúdo digital acessível, redator web, e estrategista de marketing digital em mídias sociais.

Todos os posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site usa Cookies

Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. 

Ao clicar no botão “Aceitar” ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies e nossa Política de Privacidade.