Curso ‘Moda Inclusiva Belly Palma’ segue com inscrições gratuitas até segunda (19)

Foto de Izabelle Marques, durante apresentação, no paco. “Curso online gratuito - Moda Inclusiva Belly Palma”.
Descrição da imagem #PraCegoVer: Foto colorida em ambiente interno, com Belly Palma durante apresentação. Ela está no palco, em cadeira de rodas, apresentando um modelo com membro superior amputado. Belly é uma mulher branca, com cabelos castanhos abaixo dos ombros. Usa vestido vermelho. (Foto: Reprodução. Créditos: Divulgação/SEDPcD)

Aulas online têm objetivo de apresentar novos conceitos de negócios da moda visando as pessoas com deficiência; nome do curso é uma homenagem a consultora, modelo e ativista Izabelle Marques

Até o dia 19 de setembro, estudantes, profissionais do segmento de moda e comércio, entre outros que se interessam pelo tema, poderão se inscrever no curso online “Moda Inclusiva Belly Palma — Módulo Negócios”. Iniciativa estatal, em parceria com o Centro de Tecnologia e Inovação, é totalmente gratuita.

Conteúdo do artigo
    Add a header to begin generating the table of contents

    Boa leitura!

    Publicidade

    Curso “Moda Inclusiva Belly Palma”

    As aulas têm como objetivo apresentar e discutir novos conceitos de negócios da moda, refletindo sobre a necessidade e promoção de produtos e serviços que levem em consideração as perspectivas e particularidades da pessoa com deficiência.

    O curso é dividido em quatro encontros online pela plataforma Microsoft Teams, tendo início no dia 20 de setembro e seguindo pelos dias 22, 27 e 29 de setembro, sempre das 19h às 21h. Interessados devem se inscrever através deste link  até a próxima segunda-feira, dia 19 de setembro

    Conheça os temas abordados

    > O que é Moda Inclusiva;
    > Conceito de saúde na Moda Inclusiva;
    > O atendimento da pessoa com deficiência;
    > Marketing Digital;
    > Moda Inclusiva e cenário Internacional;
    > Acessibilidade e Comunicação;
    > Promoção de Moda Inclusiva;
    > Moda Inclusiva como nicho de mercado.

    Moda Inclusiva

    O Programa Moda Inclusiva Belly Palma, da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SEDPcD-SP), propõe uma reflexão comportamental sobre a moda, buscando uma abordagem inclusiva à área, pensando em peças que sejam capazes de atender pessoas com e sem deficiência, utilizando pequenas adaptações e funcionalidades. O Moda Inclusiva também tem o objetivo de estimular a abertura de espaço para essa área com os profissionais e o mercado. 

    Serviço

    Curso on-line “Moda Inclusiva Belly Palma – Módulo Negócios”

    > Público-alvo: Estudantes, profissionais de moda e comércio, entre outros interessados;
    > Datas: Dias 20, 22, 27 e 29 de setembro;
    > Horário: Sempre das 19h às 21h;
    > Inscrições: Acesse o formulário de inscrição neste link .

    Publicidade

    Sobre Belly Palma

    Aos 29 anos de idade, a influenciadora Belly Palma sofreu uma parada cardiorrespiratória decorrente de um engasgo ocorrido em 26 de agosto. Segundo comunicado em suas redes, Belly teve morte cerebral no dia 29.

    Izabelle Palma Marques da Silva, Belly nasceu em 1992, com mielomeningocele, má formação na medula espinhal, também conhecida como espinha bífida aberta e usava cadeira de rodas. Ao longo da vida passou por mais de 35 cirurgias, a primeira delas foi com 9 horas de vida.

    Belly era ativista do pensamento inclusivo, palestrante, criadora de conteúdo, modelo e Consultora de Negócios de Moda, sua grande paixão. Com expressiva atuação nas redes sociais, participou de diversas campanhas. Em 2019, desfilou na São Paulo Fashion Week.

    Belly Palma, mulher branca com cabelos castanhos.
    Descrição da imagem #PraCegoVer: Arte com foto colorida, fixada com fita adesiva em mural com plano de fundo cor de rosa. A foto mostra o rosto da Belly Palma, mulher de pele branca e longos cabelos castanhos. Usa jaqueta jeans azul clara. (Imagem: Edição de arte. Fotos: Instagram)

    A modelo, que também foi destaque na lista “Under 30” da revista Forbes , em 2020, participou recentemente da campanha de lançamento da primeira calcinha absorvente para pessoas que menstruam e têm algum tipo de deficiência.

    Belly era formada em administração de empresas (FAAP/2015) e logo cedo passou a empreender na área da inclusão da pessoa com deficiência. Atuou como gestora do programa de Moda Inclusiva da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo (SEDPcD).

    Além de ajudar a desenvolver os módulos dos cursos de moda inclusiva da secretaria, Belly foi quem lançou e criou o nome desta seção, “Inclusão e Moda, um Match Perfeito!”, aqui no Jornalista Inclusivo.

    Picture of Rafael F. Carpi
    Rafael F. Carpi

    Editor na Jornalista Inclusivo e na PCD Dataverso. Formado em Comunicação Social (2006), foi repórter, assessor de imprensa, executivo de contas e fotógrafo. É consultor em inclusão, ativista dedicado aos direitos da pessoa com deficiência, e redator na equipe Dando Flor e na Pachamen Editoria.

    LinkedIn
    • Siga nas redes sociais: