Herself: Calcinha absorvente adaptada para pessoas com deficiência

Foto com o nome Herself retrata uma pessoa branca em cadeira de rodas. Ela está sorrindo e com os olhos fechados. Com seu braço direito dobrado acima da cabeça, ela segura o braço esquerdo esticado para o alto. Usa a calcinha absorvente adaptada e top da marca.
A calcinha absorvente adaptada com abertura lateral da Herself pode ser encontrada na loja virtual da marca, com duas opções de cores e em diversos tamanhos e medidas. (Foto: Divulgação)

Para Raíssa Assman Kist, CEO e fundadora da femtech, “a moda inclusiva não é apenas uma questão de funcionalidade, mas também de democratização e pluralidade”.

De acordo com a PNAD 2022, o Brasil possui 18,6 milhões de pessoas com deficiência. Atualmente, existem mais de um bilhão de pessoas no mundo que convivem com alguma deficiência. São milhares de pessoas com dificuldades funcionais consideráveis como se vestir – o que para muita gente pode ser algo corriqueiro. Para essas pessoas, no entanto, trata-se de uma tarefa diária complexa. Embora a população com deficiência seja expressiva, ainda existem poucos produtos para este público, especialmente quando falamos sobre saúde íntima e menstruação.

Publicidade

O papel da moda inclusiva no empoderamento e na representatividade

O nicho de roupas adaptadas ainda está sendo descoberto no Brasil, onde a moda inclusiva tem ganhado cada vez mais destaque na sociedade atual, promovendo equidade e representatividade de todas as pessoas, incluindo as pessoas com deficiência (PCDs). E pensando nessa dor, a Herself é a marca pioneira em desenvolver e ofertar calcinhas absorventes para esse público, trazendo uma solução prática, confortável e inclusiva para o período menstrual.

A menstruação é uma parte natural da vida de muitas pessoas, mas pode ser especialmente desafiadora para aquelas com deficiência ou mobilidade reduzida, que muitas vezes enfrentam dificuldades adicionais devido a suas limitações físicas ou cognitivas.

Essa parcela da população busca opções acessíveis de marcas inclusivas que pensam na mobilidade para atividades diárias. A calcinha absorvente adaptada é um exemplo de como a moda inclusiva pode contribuir para a autonomia e o empoderamento das pessoas com deficiência. É fundamental levar em consideração as necessidades específicas, oferecendo conforto, segurança e praticidade durante o período menstrual.

Democratização e pluralidade de corpos menstruantes

A ideia de lançar um produto para esse público surgiu após a marca realizar, em 2021, uma pesquisa com cerca de 800 pessoas, a maioria com deficiência, e constatar que a maioria buscava conforto e praticidade no período menstrual. Muito mais do que funcional, a peça é também fundamental no empoderamento ao não limitar as ações e mostrar o quanto a moda íntima pode e deve ser democrática e inclusiva.

A CEO e fundadora da femtech, Raíssa Assman Kist, com o intuito de dar um novo sentido à relação da sociedade com a menstruação, desbravou o universo menstrual para pessoas com alguma deficiência buscando conhecimento sobre moda inclusiva e seus propósitos.

“A moda inclusiva não é apenas uma questão de funcionalidade, mas também de democratização e pluralidade. A grande inovação para nós é não fazer mais do mesmo, e sim atender as necessidades reais de todos os corpos menstruantes”, enfatiza Raíssa.

Calcinha absorvente adaptada

Com aberturas laterais composta por velcros dos dois lados, mais fácil até do que um absorvente descartável, a calcinha chama a atenção até mesmo das usuárias que não têm deficiência, podendo ser usadas nas mais diversas ocasiões por sua versatilidade como em festivais ou em eventos que tenham a necessidade de trocar a peça de forma fácil e prática.

A calcinha absorvente com abertura lateral da Herself pode ser encontrada na loja virtual da marca no link , pelo valor de R$ 112,00.

Publicidade

Três fotografias de pessoas utilizando a calcinha adaptada e top da marca Herself.
Descrição Alternativa #PraGeralVer: Montagem com três fotografias. A primeira mostra a abertura lateral da calcinha absorvente com velcro. A imagem do meio retrata mulher obesa, de pele branca e cabelo loiro usando o maiô absorvente. A terceira foto mostra mulher negra de pele clara e cabelo cacheado, com o biquíni absorvente da marca. (Fotos: Divulgação)

Sobre a Herself

Fundada por Raíssa Assman Kist, o objetivo da Herself é trazer mais força para o movimento que busca ressignificar a relação da mulher com o bem-estar e cuidado com o seu corpo. A Herself nasceu para atender todas as mulheres diante das suas necessidades menstruais, bem como promover a dignidade menstrual por meio de produtos tecnológicos e educação. A femtech está guiando o projeto ‘Revolucione Seu Ciclo’, que visa levar a dignidade menstrual a mulheres em situação de cárcere.

Sobre a Raíssa Assman Kist

Co-fundadora e CEO da Herself. Com a empresa-irmã Herself Educacional, já impactaram mais de 300 mil pessoas que menstruam em situação de vulnerabilidade. Ainda na faculdade de Engenharia Química, Raíssa idealizou a Herself e atualmente estuda Ciências Políticas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Ela é especialista em inovação social para a menstruação e já participou do programa de Aceleração Itaú Mulher Empreendedora (2019) e recebeu o prêmio ‘Ideias à Venda’, da Netflix, na categoria de moda.

Jornalista Inclusivo
Jornalista Inclusivo

Da Equipe de Redação

Deixe um comentário