Daiana Garbin e Tiago Leifert lançam ’De Olho Nos Olhinhos’, campanha para alertar sobre o Retinoblastoma

Arte com desenho e fotografia de criança. À esquerda está o desenho de criança com o nome da campanha “De Olho nos Olhinhos”.
Descrição da imagem #PraCegoVer: Arte com desenho e fotografia. À esquerda, sobre plano de fundo azul, está o desenho de criança com o nome da campanha “De Olho nos Olhinhos”. À direito, com filtro azul, a fotografia da Lua, filha de Daiana Garbin e Tiago Leifert, em seu berço. (Imagem: Edição de arte. Logo: Divulgação. Foto: Rede social)

Iniciativa do casal, a campanha online e presencial, promove um encontro neste sábado (17) para incentivar a conscientização do retinoblastoma, no Parque do Ibirapuera, em São Paulo

Havia algo de diferente nos olhos da Lua, filha de Daiana Garbin e Tiago Leifert. Um reflexo branco dentro do olho e discretos movimentos irregulares do globo ocular fizeram o casal procurar um oftalmologista. Lua, à época com 11 meses, foi diagnosticada com retinoblastoma bilateral, um tumor em cada olho, afetando a área da retina. É o câncer ocular mais comum na infância e 90% dos casos atingem crianças entre 0 e 5 anos.

Conteúdo do artigo
    Add a header to begin generating the table of contents

    Boa leitura!

    Publicidade

    De Olho Nos Olhinhos 

    Foram meses de muita luta. Tratamentos, exames, incertezas, frustrações. Mas também de fé, positividade e vitórias. E agora, 1 ano depois do casal de jornalistas ter recebido a notícia mais difícil de suas vidas, eles decidiram fazer ainda mais pela conscientização e lançam neste mês de setembro a campanha De Olho Nos Olhinhos , com programação presencial e online. 

    O evento presencial será no Parque do Ibirapuera, em São Paulo, sábado, dia 17 de setembro, das 10h às 16h. Serão montadas duas tendas com médicos voluntários disponíveis para tirar dúvidas sobre o retinoblastoma, informar sobre os principais sinais e sintomas, como fazer o diagnóstico precoce e o “teste do flash”, que pode ser feito com o celular e salvar vidas, entre outros esclarecimentos. No local também haverá brincadeiras para crianças.

    No local haverá, ainda, muitas brincadeiras para as crianças. No mesmo dia 17, outras cidades do País também vão realizar o evento.

    Publicidade

    Durante os próximos dias, Daiana realizará lives em seu canal @garbindaiana no Instagram entrevistando médicos e o casal vai divulgar uma cartilha digital que pode ser facilmente compartilhada por celular.  

    O evento tem apoio do Conselho Brasileiro de Oftalmologia, da Sociedade Brasileira de Pediatria, da Sociedade Brasileira de Oncologia em Oftalmologia, da Sociedade Brasileira de Oncologia Pediátrica (SOBOPE), da Sociedade Brasileira de Oftalmologia Pediátrica, do Departamento de Oftalmologia da UNIFESP, do Graacc, Tucca, da agência Ogilvy, da 828 eventos, Editora Sextante, Show da Luna, Hasbro do Brasil.

    Daiana, Tiago e Lua 

    Em janeiro deste ano, o casal tornou o caso público para alertar outros pais sobre a importância do diagnóstico precoce. Tiago e Daiana descobriram o retinoblastoma quando ele já estava num grau considerado avançado.

    O que eu mais gostaria era de estar navegando na internet (…) e ter tido acesso a um vídeo de um casal dizendo o que está acontecendo com a filha deles”. O vídeo postado pela família no Instagram comoveu milhões de brasileiros e lotou consultórios oftalmológicos em todo país. 

    Serviço

    Campanha “De olho nos olhinhos”! 

    > Data: 17 de setembro
    > Local: Parque Ibirapuera
    > Endereço: Av. Pedro Álvares Cabral – Vila Mariana, São Paulo – SP
    > Horário: 10h às 16h.
    > Informações: https://retinoblastoma.euvejo.vc/

    Diagnóstico precoce

     “Olhem nos olhos das nossas crianças! Prestem atenção aos sinais e levem ao médico assim que notarem qualquer alteração suspeita, o mais rápido possível. O diagnóstico precoce pode salvar a visão e a vida dos nossos filhos”, explica Daiana. Tiago reforça o discurso: quanto antes descobrir, mais chances de cura para o câncer ocular na infância. 

    Ficar de olho nos olhinhos é fundamental para ajudar a detectar não só o retinoblastoma, mas várias outras doenças. Diagnóstico precoce é a chave para aumentar as chances de cura. Nosso sonho é que as famílias consigam detectar problemas oculares antes do que nós conseguimos e, para isso, precisamos falar sobre o assunto e divulgar pelo país todo”.

    Retinoblastoma: o que é?

    O retinoblastoma é um câncer que acomete crianças pequenas, é mais comum em bebês e aproximadamente 90% dos casos são descobertos abaixo dos 5 anos. É um tumor maligno que se desenvolve na retina, uma parte interna do olho. A doença pode se apresentar em um olho (60% dos casos unilateral) ou nos 2 olhos (40% dos casos bilateral). Quando diagnosticado precocemente, e tratado em centros especializados, pode alcançar índices de 90% de cura, inclusive com a preservação da visão da criança, mas, se diagnosticado tardiamente, pode provocar cegueira e até levar o paciente à morte.

    Como identificar?

    Os retinoblastomas são frequentemente diagnosticados porque os pais ou o médico percebem algo anormal no olho da criança.

    Os principais sinais e sintomas do retinoblastomas são:

    • Reflexo pupilar branco (leucocoria), conhecido como “olho de gato”

    Este é o sinal mais comum do retinoblastoma. Normalmente, ao direcionar uma luz ao olho de uma criança, a pupila parece vermelha devido aos fotorreceptores presentes na retina no fundo do olho. No olho com retinoblastoma, através da pupila, enxergamos uma mancha branca, isto é conhecido como reflexo pupilar branco (leucocoria). Este brilho branco no olho geralmente é percebido em fotos tiradas com flash. Também pode ser observado pelo médico da criança durante um exame oftalmológico de rotina.

    • Estrabismo

    É uma condição na qual os dois olhos não parecem olhar na mesma direção, muitas vezes chamada de olho preguiçoso. Existem muitas causas para o estrabismo, mas a maioria é causada por uma fraqueza dos músculos que controlam o movimento dos olhos, o retinoblastoma é também uma das raras causas.

    Outros sinais e sintomas menos comum, são:

    > Diminuição de visão
    > Movimentos irregulares dos olhos
    > Dor nos olhos
    > Vermelhidão da parte branca do olho
    > Abaulamento dos olhos
    > Cor diferente de cada íris

    Muitos destes sinais e sintomas podem ser provocados por outras condições clínicas. Entretanto, se a criança apresentar qualquer um desses sinais, consulte um médico para que a causa seja diagnosticada e, se necessário, iniciado o tratamento.

    Picture of Jornalista Inclusivo
    Jornalista Inclusivo

    Da Equipe de Redação

    • Siga nas redes sociais: