Com dementia pugilística, ex-boxeador Maguila participa de conferência de cannabis medicinal

Arte com foto do ex-boxeador Maguila e texto: Cannabis Medicinal e Dementia Pugilística. Ele é um homem preto de cabelos e bigode grisalhos e está simulando um golpe com a mão fechada.
Descrição da imagem #PraCegoVer: Arte de capa com foto do ex-boxeador Maguila com informações em texto, à esquerda: Cannabis Medicinal e Dementia Pugilística. No canto direito inferior, o nome CICMED – 1ª Conferência Internacional da Canabis Medicinal. Foto colorida do Maguila, homem de pele preta com cabelos e bigode grisalhos curtos. Na imagem ele está com roupão azul que utilizava nas lutas e está um golpe, com o braço projetado para frente e a mão fechada. Plano de fundo é escuro e tem a imagem da planta de cannabis. (Imagem: Edição de arte. Foto: Fernando Tucori/Acervo)

Atleta faz uso de cannabis medicinal contra doença degenerativa conhecida como encefalopatia progressiva crônica do boxeador e se apresenta em evento para médicos e profissionais de saúde

Adilson “Maguila” dos Santos é conhecido mundialmente como um dos mais lendários boxeadores do Brasil, com títulos de campeão mundial e sul-americano de pesos pesados nos anos 80 e 90. Além das vitórias, entretanto, sua história é marcada pelas consequências de duas décadas no esporte: ele vive há anos com a Encefalopatia Traumática Crônica (ETC), doença neurodegenerativa evolutiva e incurável.

Conteúdo do artigo
    Add a header to begin generating the table of contents

    Boa leitura!

    Publicidade

    Ex-boxeador Maguila: Uso terapêutico do Canabidiol

    Hoje, com 64 anos de idade, o ex-boxeador trata a demência relacionada com os incontáveis golpes sofridos ao longo da carreira com a cannabis medicinal. Com o uso do canabidiol (CBD), contra o avanço da doença, Maguila tem apresentado melhora significativa no tratamento.

    O neurologista Dr. Renato Anghinah, médico do Maguila há nove anos e especialista em concussões cerebrais, foi quem receitou o CBD ao ex-atleta. Segundo o médico, “os benefícios terapêuticos do CBD ajudam o ídolo do boxe a ter mais qualidade de vida”. 

    Dementia pugilística segundo especialistas

    Artigo publicado em 2005 pelo GNCC – Grupo de Neurologia Cognitiva e do Comportamento, Departamento de Neurologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, explica que o boxe é um esporte muito antigo, no qual os traumatismos cranioencefálicos (TCEs) são frequentes com graves consequências para o sistema nervoso central¹.

    Além de hemorragias, dissecção carotídea ou trombose, a frequência de traumatismos ao longo dos anos pode ter consequências crônicas, como a dementia pugilística ou síndrome punch drunk:

    “É caracterizada clinicamente por declínio cognitivo, alterações de comportamento e sinais parkinsonianos, como consequência neurológica de traumas cranioencefálicos repetidos”, conforme publicação do grupo da FMUSP.

    Publicidade

    Sintomas da Encefalopatia Traumática Crônica (ETC)

    Também chamada de encefalopatia progressiva crônica do boxeador, de acordo com a publicação, os sinais e sintomas clínicos da ETC caracterizam-se por associações variáveis de síndromes:

    “Estado amnéstico crônico, demência, alteração de personalidade com ataques de raiva e a síndrome de ciúmes mórbidos. A ETC pode se iniciar e se desenvolver lentamente ou aparecer após um golpe forte e, mais comumente, após o término da carreira profissional, quando os sintomas ficam mais evidentes. Boxeadores aposentados com mais de 50 anos têm maior chance de apresentar sintomas”.

    Participação do Maguila na CICMED 2022

    Para falar sobre os desafios enfrentados e sobre a melhora encontrada com o tratamento, Maguila participa, ao lado do seu médico e de sua esposa, a advogada Dra. Irani Pinheiro, da primeira edição da Conferência Internacional da Cannabis Medicinal — CICMED 2022. 

    O evento ocorre entre 11 e 13 de agosto, em São Paulo, e o atleta participa no dia 12, sexta-feira, das 11h30 às 12h, no estande da HempMeds. Ele também vai tirar fotos com os admiradores e autografar uma luva de boxe que será sorteada no evento. 

    Sobre o evento

    A I Conferência Internacional de Cannabis Medicinal — CICMED 2022, deve reunir 600 médicos e profissionais da saúde de todo o País como um marco para a medicina canabinóide. São mais de 50 especialistas, nacionais e internacionais (via streaming ou presencialmente) que vão discutir o cenário médico-científico da cannabis, com destaque para seus benefícios, indicações, estudos mais atualizados, desafios e tabus ainda vividos no País.

    No dia 11 haverá um curso fechado e restrito à médicos e profissionais da saúde. Neste dia, não estão sendo feitos credenciamentos — caso você tenha uma demanda muito específica, fale conosco para avaliarmos uma forma de viabilizar sua participação. Nos dias 12 e 13 serão realizadas as conferência e exposição. Nestes dias, o credenciamento está aberto para profissionais da imprensa em cobertura para veículos de comunicação. 

    Publicidade

    Serviço

    CICMED 2022: I Conferência Internacional da Cannabis Medicinal

    > Data: Dias 11, 12 e 13 de agosto de 2022
    > Local: Hotéis Grand Mercure e Pulmann
    > Endereço: Rua das Olimpíadas, 205 – São Paulo/SP


    Links úteis
    Referências

    Areza-Fegyveres, Renata, Caramelli, Paulo e Nitrini, RicardoEncefalopatia traumática crônica do boxeador (dementia pugilistica). Archives of Clinical Psychiatry (São Paulo) [online]. 2005, v. 32, n. 1 [Acessado 5 Agosto 2022] , pp. 17-26. Disponível em: <https://doi.org/10.1590/S0101-60832005000100003 >. Epub 20 Maio 2005. ISSN 1806-938X. 

    Rafael F. Carpi
    Rafael F. Carpi

    Jornalista, editor nas iniciativas Jornalista Inclusivo e PCD Dataverso. Formado em Comunicação Social em 2006, foi repórter, assessor de imprensa, executivo de contas e fotógrafo. É consultor em acessibilidade e inclusão, ativista dedicado aos direitos da pessoa com deficiência e redator na equipe Dando Flor.

    LinkedIn
    • Siga nas redes sociais:

    Deixe um comentário

    Este post tem 2 comentários