fbpx

Mixando opiniões, por Murilo Pereira

Ilustração geek ilustrando o artigo "Mixando opiniões", por Murilo Pereira
Descrição da imagem #PraCegoVer: Arte colorida com fundo azul claro, fontes coloridas e o título: Nerd PCD. No canto esquerdo superior está o nome Jornalista Inclusivo, logo abaixo a imagem de um óculos e a palavra “geek”. Centralizado, no topo, uma faixa com as cores do arco-íris. No canto direito superior, o nome da coluna Sem Barreiras. No meio da imagem, na lateral esquerda, a ilustração de um controle de videogame com as palavras: Cultura pop, Party (que significa festa). Na lateral direita, a ilustração de óculos de grau, e no lugar das lentes estão os botões de controle de videogame. Abaixo, o subtítulo: Representatividade PCD nas plataformas digitais. Créditos: Designed by Freepik/Edição JI

Uma reflexão sobre representatividade PCD nas Plataformas Digitais

Sob dois olhares, a construção do papel da pessoa com deficiência nas redes sociais por Murilo Pereira, mixando opiniões, na coluna Sem Barreiras

Histórias são contadas todos os dias. Muitas delas parecem comuns aos olhos de algumas pessoas, mas entender que existem adversidades e saber conviver com elas de maneira saudável nos proporciona uma vida mais leve, encontrando nosso verdadeiro lugar.

Em tempos virtuais, usuários buscam representatividade a todo tempo, em todos os cantos. O senso comum é uma grande venda, a qual nos força estabelecer como padrão aquilo que é benéfico, de algum modo, para a maioria. Porém, a existência de cidadãos que fogem dessa curva ascendente é o que traz à tona a pluralidade, ressaltando valores como a igualdade e a dignidade.

CONTINUA APÓS PUBLICIDADE 

Variando um pouco as pautas da nossa coluna Sem Barreiras, o Jornalista Inclusivo apresenta, hoje, um artigo que mostrará partes do modo de ser de Ana Luiza Fernandes, idealizadora do projeto Nerd PCD, uma página sobre Cultura Pop e Pessoas com Deficiência, nas redes sociais. Analu, como é conhecida, tem 21 anos e é estudante de Artes Visuais, além de palestrante.

Ana Luísa, criadora da página Nerd PCD, ilustra artigo "Mixando opiniões"
Descrição da imagem #PraCegoVer: Ana Luisa está ao lado de um banner de apresentação, usando calça e camisa jeans manga longa. Ela está segurando uma mão sobre a outra, a frente de seu corpo. Sua pele é clara e seus cabelos são castanho-claro encaracolados. Atrás dela, há um espelho, no qual está refletida a cena descrita. Fim da descrição. Crédito: Acervo pessoal

No início da entrevista, a jovem refletiu sobre as motivações que a levaram a criar tais canais de comunicação para os grupos envolvidos: “Foi a falta de discussão sobre a representatividade de Pessoas com Deficiência na Cultura Pop. Eu gosto de uma comparação com o coletivo Lady’s Comics, que foi o primeiro brasileiro que discutia o machismo e o sexismo nesse meio. Fui eu quem construí a primeira plataforma online que debate a representatividade PCD na Cultura Pop”.

Talvez, nossa principal função, enquanto criadores de conteúdo seja de fato, a abertura de lugares de fala acorrentados pela sociedade, principalmente no universo adaptado. Sobre essa questão, a estudante, que é Autista, colocou que é uma mulher com deficiência, privilegiada por diversas questões sociais. Entretanto, a voz dela concede espaços, através da história e da narrativa, para indivíduos que nunca se sentiram representados em uma mídia, por exemplo.

Print da página Nerd PCD, ilustra "Mixando opiniões"
Descrição da imagem #PraCegoVer: Print da tela do computador acessando a página Nerd PCD, no Facebook. A capa da página tem fundo roxo escuro. No lado centro-direito de quem vê, o nome "Nerd PCD" centralizado. Ao lado esquerdo, Shouko, do anime Koe no Katachi, aparece, ainda com o fundo roxo atrás. Créditos: Reprodução/Rede social

Embora o trabalho carregue essa importância coletiva de afirmação social, ele também é uma atividade que é responsável por nos fazer reconhecer a importância individual, preenchendo aspectos e mostrando caminhos para uma condução mais simples das situações corriqueiras. Sobre essa questão, Ana Luiza afirmou: “Meu trabalho auxilia, principalmente, na autoestima. Quando alguém com deficiência vê meus posts na mídia, não se sente mais sozinho(a). No meu caso, principalmente pessoas LGBT+s, com deficiência”.

Analu, Mixando opiniões
Descrição da imagem #PraCegoVer: Analu tira uma selfie, com seu braço direito estendido, segurando o dispositivo. Ao seu redor, há muitas pessoas. Ela está sorrindo e usando uma camiseta cinza claro, com um esboço do rosto de Frida Kahlo na parte frontal, seguida de alguns dizeres. Sua pele é clara e seus cabelos são castanho-claros encaracolados. Fim da descrição. Créditos: Acervo pessoal

Em grandes projetos, os desafios são, certamente, o combustível protagonista para que eles sejam levados a diante. No caso de Analu, com tantas pautas fundamentais envolvidas, possivelmente seja ainda maior. “Na verdade, meu principal desafio é ser reconhecida, mas talvez nem isso. Eu quero treinar, aprender a me investir melhor. Estou indo atrás disso e espero que, dessa forma, ganhe visibilidade e aumente minha popularidade”, dividiu a social media.

Devemos, em nosso papel de cidadãos, procurar nossas referências. Não existe certo ou errado para espelhar-se. Essa é uma escolha levantada sobre o alicerce da personalidade individual. Ouvir e ser ouvido(a), ainda mais em relatos semelhantes é uma experiência única e poder modificar a vida de alguém, de alguma forma, é a recompensa mais valiosa que se pode alcançar.

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no tumblr
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
Murilo Pereira

Murilo Pereira

Cursando a faculdade de Jornalismo, Murilo Pereira dos Santos é Paratleta pela categoria BC1 de Bocha Paralímpica Ituana. Ele administra, nas redes sociais, as páginas "Vem Comigo" e "Sem Barreiras", este último oriundo do seu blog que dá nome a coluna aqui no site Jornalista Inclusivo, sobre paradesporto e outras questões.

Todos os posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site usa Cookies

Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. 

Ao clicar no botão “Aceitar” ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies e nossa Política de Privacidade.