fbpx

Fundação Dorina completa 75 anos

Montagem com fotos do prédio da organização ilustra o texto "Fundação Dorina completa 75 anos"
Descrição da imagem #PraCegoVer: O texto “Fundação Dorina completa 75 anos” é ilustrado por uma montagem com duas fotos do prédio da Fundação, uma bastante antiga e outra atual. A primeira, do lado esquerdo, é a imagem digitalizada, em preto e branco, e com aparência de antiga. A segunda, já colorida, mostra o predito atual com a fachada amarela. Créditos: Divulgação/Edição JI

Organização sem fins lucrativos produz e distribui livros em braile gratuitamente ao público e cerca de 3 mil instituições do país

De caráter filantrópico e promovendo inclusão e acessibilidade, a Fundação Dorina completa 75 anos de serviços para pessoas cegas e familiares, nas áreas de educação especial, reabilitação, clínica de visão subnormal e empregabilidade

Referência nacional na Inclusão das pessoas com deficiência visual, e sinônimo de voluntariado, a Fundação Dorina Nowill para Cegos completa 75 anos, hoje, 11 de março de 2021. A data marca a trajetória e resiliência da instituição que, desde o início, vem atuando com o propósito de atender gratuitamente esse público, auxiliando na busca e conquista de uma vida autônoma e independente.

Ao longo dos anos, a Fundação vem expandindo cada vez mais o número de pessoas atendidas e os serviços como distribuição de livros em braile e audiolivros, plataformas digitais de ensino, habilitação e reabilitação, oftalmologia, psicologia e fisioterapia, são voltados para pessoas com deficiência visual. Além disso, a instituição também possui a maior imprensa braile da América Latina.

CONTINUA APÓS PUBLICIDADE 

Todas essas ações, junto com outras importantes iniciativas, consolidam a relevância da Fundação Dorina Nowill para Cegos, que mantém o legado de sua criadora, Dorina Gouvêa Nowill. Cega repentinamente aos 17 anos devido a uma doença não diagnosticada, a dama da inclusão dedicou sua vida para quebrar preconceitos e proporcionar igualdade para pessoas com deficiência visual.

Prédio antigo da Fundação para o Livro do Cego no Brasil (FLCB), ilustra o texto Fundação Dorina completa 75 anos
Descrição da imagem #PraCegoVer: Fotografia antiga, em preto e branco, da fachada do prédio da Fundação Dorina. A imagem leva o título: Fundação para o Livro do Cego no Brasil (FLCB), pronome nome da instituição, quando foi fundada em 1946. Créditos: Reprodução

“É importante seguir adiante com o nosso trabalho e comemorar esses 75 anos de apoio às pessoas cegas e com baixa visão, lembrando que a causa da acessibilidade e da inclusão ainda se faz necessária e relevante,” diz Alexandre Munck, superintendente executivo da Fundação Dorina Nowill para Cegos.

Vale lembrar que, de acordo com dados oficiais, a população brasileira com deficiência visual ultrapassa a marca de 6,5 milhões de pessoas. E é por elas que a Fundação Dorina Nowill vem atuando ao longo de seus 75 anos.

CONTINUA APÓS PUBLICIDADE 

Sobre a Fundação Dorina Nowill para Cegos

Celebrando 75 anos de existência, a Fundação Dorina Nowill para Cegos vem trabalhando para que crianças, jovens, adultos e idosos cegos ou com baixa visão sejam incluídos em diferentes cenários sociais. A instituição oferece serviços gratuitos e especializados de habilitação e reabilitação, dentre eles orientação e mobilidade e clínica de visão subnormal, além de programas de inclusão educacional e profissional. 

Responsável por um dos maiores parques gráficos de braille no mundo, com capacidade de impressão de até 450 mil páginas por dia, a Fundação Dorina Nowill para Cegos é referência na produção e distribuição de materiais nos formatos acessíveis braille, áudio, impressão em fonte ampliada e digital acessível, incluindo o envio gratuito de livros para milhares de escolas, bibliotecas e organizações de todo o Brasil. 

A instituição também oferece uma gama de serviços em acessibilidade, como cursos, capacitações customizadas, sites acessíveis, audiodescrição e consultorias especializadas. Contando com o apoio fundamental de colaboradores, conselheiros, parceiros, patrocinadores e voluntários, a Fundação Dorina Nowill para Cegos é reconhecida e respeitada pela seriedade de um trabalho que atravessa décadas e busca conferir independência, autonomia e dignidade às pessoas com deficiência visual. 

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no tumblr
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
Jornalista Inclusivo

Jornalista Inclusivo

Da Equipe de Redação JI
Editor responsável (MTB: 0089466/SP)

Todos os posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site usa Cookies

Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. 

Ao clicar no botão “Aceitar” ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies e nossa Política de Privacidade.