fbpx

Dia do Professor 2021: Papel do educador é essencial no fomento à cultura da inclusão

Foto em sala de aula com criança negra em cadeira de rodas, no Dia do Professor 2021
Descrição da imagem #PraCegoVer: Fotografia em área interna ilustrando o Dia do Professor 2021 e a cultura da inclusão. Imagem com três crianças dentro da sala de aula. À frente, garoto negro de cabelos raspados sentado em cadeira de rodas. Usa camiseta verde e calça jeans. Atrás, em segundo plano, há outro aluno, de cabelos castanhos e pele parda. Usa calça jeans e camiseta com faixas brancas e azuis. Por último, aluna branca de cabelos loiros, calça jeans e blusa rosa. Os três estão com a cabeça abaixada enquanto escrevem. Créditos: AdobeStock/Editado

Utilize os recursos de Acessibilidade Digital da EqualWeb clicando no botão redondo flutuante, na lateral esquerda. Para a tradução em Libras, acione a Maya, tradutora virtual da Hand Talk , no ícone quadrado à direita. Para ouvir o texto com Audima utilize o player de narração abaixo.

Especialista em práticas inclusivas fala da importância do gestor educacional na cultura da inclusão

“A construção de uma sociedade inclusiva começa na sala de aula e a comunidade escolar deve estar preparada para atender os alunos com deficiência”, aponta Cintia Santos – celebrando o Dia do Professor 2021

O Dia do Professor é celebrado anualmente no Brasil em 15 de outubro desde 1963 (Decreto No 52.682 ). A data, que homenageia e reconhece a importância desse profissional, é também uma oportunidade para destacar o papel da educação na construção de uma sociedade mais inclusiva, conforme aponta a psicóloga e coordenadora de projetos do Instituto Ester Assumpção , Cíntia Santos. Para ela, o desafio dos gestores educacionais é preparar a comunidade escolar para que a inclusão comece dentro da sala de aula.

CONTINUA APÓS PUBLICIDADE 

O objetivo do Instituto Ester Assumpção, organização sem fins lucrativos e sem apoio governamental, é trabalhar em prol da inclusão, principalmente no mercado de trabalho e na educação. Por isso, ações que visem preparar a comunidade escolar são planejadas pela instituição, conforme aponta a psicóloga Cintia Santos: 

“Anunciamos recentemente, pela segunda vez, a parceria com o projeto Criança Esperança. Desta vez, vamos implementar o Paideia – Programa de Assessoria e Intervenção, que foi totalmente formulado pela nossa equipe e é voltado para o Desenvolvimento Educacional Inclusão e Acessibilidade”, explica a psicóloga que atua na coordenação da iniciativa que vai promover a educação inclusiva em 10 escolas públicas da Região Metropolitana de Belo Horizonte (MG).

De acordo com a profissional, o intuito do Paideia é oferecer capacitação em educação inclusiva aos profissionais das escolas, principalmente professores e gestores, além da capacitação na metodologia ‘Treinamento de Pais’

“Nosso projeto baseia-se na Lei Brasileira de Inclusão que diz ‘A educação constitui direito da pessoa com deficiência, assegurando sistema educacional inclusivo em todos os níveis e aprendizado ao longo de toda a vida, de forma a alcançar o máximo desenvolvimento possível de seus talentos e habilidades físicas, sensoriais, intelectuais e sociais, segundo suas características, interesses e necessidades de aprendizagem’. Sendo assim, tem como objetivo assessorar escolas públicas da Região Metropolitana de Belo Horizonte na implantação práticas pedagógicas que respeitem as diferenças individuais dos alunos com deficiência, comenta a especialista.

Psicóloga Cintia Santos, mulher branca de cabelos loiros.
Descrição da imagem #PraCegoVer: Fotografia em área interna, da profissional Cintia Santos. Mulher branca de cabelos loiros. Usa jaleco branco, está sentada e sorri. Atrás dela, parede com quadros e vaso de flor. Créditos: Acervo pessoal

A coordenadora de projetos do Instituto Ester Assumpção destaca a importância do Dia do Professor para mostrar à sociedade que o profissional que atua em sala de aula é agente essencial para a construção de uma sociedade mais inclusiva. 

“Justamente pelo fato de a inclusão começar dentro das escolas, estamos direcionando várias ações para a área educacional para preparar e instrumentalizar toda a comunidade escolar, principalmente o educador que está no dia a dia com os alunos. Se temos uma escola inclusiva, formamos cidadão conscientes e fomentadores da inclusão, o que acaba reverberando no mercado de trabalho, que é o nosso outro foco de atuação”, explica Cíntia Santos.

Em parceria com o projeto Criança Esperança, o Instituto Ester Assumpção vai atuar no sentido de preparar a comunidade escolar para a adaptação de materiais pedagógicos: 

“Vamos criar um comitê gestor das ações inclusivas composto por professores, gestores e representantes dos alunos com deficiência, oferecer atividades de intervenções psicopedagógicas para as crianças com deficiência e realizar palestras sobre educação inclusiva. Além disso, teremos oficinas para adaptação de materiais pedagógicos e cursos sobre educação inclusiva, em especial para educadores e gestores, para ampliar o alcance do projeto”, complementa.

Professora negra com máscara de proteção dentro da sala de aula, em homenagem ao Dia do Professor 2021 e pela cultura da inclusão.
Descrição da imagem #PraCegoVer: Fotografia em área interna, dentro de sala aula. À esquerda, professora negra, com cabelos black baixos, está agachada ao lado da carteira de aluna. Usa máscara de proteção e blusa amarela. À direita, em segundo plano, aluna branca de cabelos loiros. Usa óculos de grau, máscara hospitalar e roupa rosa. Ao fundo, outros alunos sentados em seus lugares. Créditos: Drazen Zigic/Shutterstock

INSTITUTO ESTER ASSUMPÇÃO

Fundado no ano de 1987, o Instituto Ester Assumpção é uma organização da sociedade civil sem fins lucrativos criada por Ester Assumpção, educadora nacionalmente conhecida pelo caráter pioneiro e inovador no campo da educação. A instituição atua no campo da inclusão da pessoa com deficiência e tem como foco contribuir para a construção de uma sociedade mais inclusiva, onde a diversidade seja aceita e respeitada na sua integralidade. As principais frentes de atuação são a qualificação e inserção de pessoas com deficiência no mercado de trabalho e a consultoria para que as organizações se adequem e cumpram o papel social de promover a inclusão.

LINKS ÚTEIS:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Jornalista Inclusivo

Jornalista Inclusivo

Da Equipe de Redação JI
Editor responsável (MTB: 0089466/SP)

Todos os posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site usa Cookies

Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. 

Ao clicar no botão “Aceitar” ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies e nossa Política de Privacidade.