fbpx

Oficina debate bullying com alunos surdos

Fotografia colorida em ambiente interno, durante oficina que debateu bullying com alunos surdos da Escola Especial para Surdos Frei Pacífico.
Descrição da imagem #PraCegoVer: Fotografia colorida em ambiente interno, durante oficina que debateu bullying com alunos surdos da Escola Especial para Surdos Frei Pacífico. Na imagem, em primeiro plano, alunas e alunos estão sentados assistindo apresentação. Ao fundo, em segundo plano, estão o ator e escritor Mar’Junior e a intérprete de Libras. (Foto: Reprodução. Créditos: Divulgação)

Utilize recursos de Acessibilidade Digital da EqualWeb clicando no botão da lateral esquerda. Para tradução em Libras, acione a Hand Talk , no ícone quadrado à direita. Para ouvir o texto com Audima utilize o player de narração abaixo.

Às vésperas do Dia de Combate ao Bullying e à Violência na Escola, atividade do projeto Ação Literária debateu sobre o bullying com alunos surdos da Escola Especial Frei Pacífico

Às vésperas do 7 de abril, Dia Nacional de Combate ao Bullying e à Violência na Escola, alunos da Escola Especial para Surdos Frei Pacífico , de Porto Alegre (RS), tiveram uma experiência marcante sobre o tema. Eles participaram de uma oficina de teatro e literatura liderada pelo ator e escritor Mar’Junior, criador do projeto Ação Literária , que distribui livros e promove inclusão na rede pública de ensino. “Foi uma atividade espetacular, nos emocionamos juntos”, exalta a orientadora educacional da escola, Priscila de Abreu Bortoletti Nunes. 

Conteúdo do artigo
    Add a header to begin generating the table of contents

    Boa leitura!

    CONTINUA APÓS PUBLICIDADE 

    A oficina sobre bullying com alunos surdos

    Em duas tardes de oficina, cerca de 30 estudantes do 6° a 9° ano foram instigados a pensar na criação de uma cena de teatro, criando personagens e diálogos. A comunicação entre o escritor e os alunos contou com a ajuda de uma tradutora de Libras (Língua Brasileira de Sinais).

    “Eles ficaram atentos a tudo que foi dito. Mar’Junior conseguiu que os alunos relatassem situações de suas vidas que não imaginavam ser bullying, e conseguiu que alguns alunos se posicionassem com soluções para as situações vividas. Foi realmente incrível! Foi lindo e certamente ficará gravado na memória de cada criança, adolescente e adulto que ali estava”, ressalta Priscila. 

    A inspiração para o trabalho são os três livros da série Pepita, de autoria de Mar´Junior, distribuídos dentro do projeto Ação Literária. Eles abordam a trajetória da jovem Pepita, criando grande identificação com o público adolescente. A partir da trilogia, as oficinas são desenvolvidas, apresentando a técnica de adaptação de livros para o teatro.

    “Foi uma experiência única. Ver aqueles alunos criando as suas histórias e as interpretando dentro das suas possibilidades de expressão, não tem nada igual”, comemora Patrick Moraes, parceiro de Mar´Junior na criação do projeto Ação Literária. A oficina também foi realizada na EMEF Presidente Vargas, em Porto Alegre. 

    Fotografia colorida em ambiente interno, durante oficina que debateu bullying com alunos surdos da Escola Especial para Surdos Frei Pacífico.
    Descrição da imagem #PraCegoVer: Fotografia colorida em ambiente interno, durante oficina que debateu bullying com alunos surdos da Escola Especial para Surdos Frei Pacífico. A foto tirada do alto, mostra todo o ambiente e as pessoas presentes na oficina. (Foto: Reprodução. Créditos: Divulgação)

    Projeto Ação Literária

    Realizado através da Lei de Incentivo à Cultura (Lei Nº 8313/91 ), o projeto Ação Literária – 3ª Edição envolve a produção, doação e distribuição de livros da série Pepita para bibliotecas, escolas públicas e privadas, além de ONGs de todo o país, com exemplares convencionais e em braille. No Rio Grande do Sul, foram enviados livros para escolas de Porto Alegre, Guarani das Missões, Montenegro, Santa Rosa e Santo Ângelo. O projeto engloba, ainda, as oficinas de teatro e literatura.

    “Temos uma preocupação em incluir todos os alunos, por isso já fazíamos as oficinas com tradutor de Libras. Agora demos um passo adiante, trabalhando diretamente com surdos”, declara Mar’Junior. 

    Sobre Mar'Junior

    Além de ator e escritor, Mar’ é diretor, produtor, autor teatral e roteirista. Escreveu 41 peças de teatro, roteiros para cinema e TV e tem 11 livros escritos e 8 livros publicados. “Ler é um dos melhores exercícios para o cérebro humano. É uma atividade que exercita a memória, estimula a criatividade e a imaginação, amplia o vocabulário, melhora a escrita, além de muitos outros benefícios. Nosso propósito é incentivar a leitura de todas as formas, incentivando a prática também entre aqueles que nem sempre são lembrados nesse tipo de projeto”, afirma o escritor. 

    Nas oficinas, Mar´Junior tem a companhia de Patrick Moraes, ator, diretor, produtor e professor de artes cênicas, com 20 anos de carreira. Os dois integram a Cia Atores de Mar’, do Rio de Janeiro (RJ), fundada em 2002. A Cia atua nas áreas de cinema, TV, literatura e teatro. Mantém uma escola de teatro e um canal no YouTube. Em 2014, criou a campanha #eudigonãoaobullying pelas redes sociais. 

    Mais informações na lista de links úteis, abaixo.

    Compartilhar no whatsapp
    Compartilhar no facebook
    Compartilhar no twitter
    Compartilhar no linkedin
    Compartilhar no telegram
    Compartilhar no email
    Jornalista Inclusivo
    Jornalista Inclusivo

    Da Equipe de Redação

    Todas

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Este site usa Cookies

    Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. 

    Ao clicar no botão “Aceitar” ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies e nossa Política de Privacidade.