Sentindo o Natal: Realize o sonho de uma pessoa cega ou com baixa visão

Cena retirada do vídeo da ação Sentindo o Natal, da plataforma Adote um Áudio. Na imagem aparece Luis Felipe Santos, criança com deficiência visual.

Cena da ação Sentindo o Natal, da plataforma Adote um Áudio, com Luis Felipe Santos. (Imagem: Edição de arte. Foto: Lew’Lara\TBWA)

Plataforma ‘Adote um Áudio’ utiliza inteligência artificial para traduzir as cartinhas de Natal de crianças, jovem e adultos atendidos pela Fundação Dorina Nowill para Cegos

Escrever cartinhas de Natal para o Papai Noel é uma tradição natalina que se perpetua ao longo dos anos. Pensando na participação e na inclusão de crianças, jovens e adultos cegos e com baixa visão, a Fundação Dorina Nowill para Cegos promove pelo terceiro ano consecutivo a plataforma “Adote um Áudio”, que substitui os textos escritos por áudios e permite que qualquer um realize os sonhos natalinos dessas pessoas.

Conteúdo do artigo
    Add a header to begin generating the table of contents
    Scroll to Top

    Boa leitura!

    Publicidade

    Sentindo o Natal

    “Como é o Papai Noel para você?”. Parece uma pergunta boba e sem sentido, mas quando feita para pessoas cegas ou com baixa visão, ela ganha respostas inesperadas. “Cheiro de amendoim“, “barba de algodão-doce” ou “fofo como uma almofada”.

    Criada pela Lew’Lara\TBWA, a ação ‘Sentindo o Natal’, parte da plataforma ‘Adote um Áudio’ , em 2022 ganha contornos ainda mais modernos: as crianças, adolescentes e adultos atendidos pela Fundação Dorina tiveram suas cartinhas em áudio para o Papai Noel submetidas à inteligência artificial, que recriou o emblemático bom velhinho segundo eles.

    “O Natal é uma data muito visual. São os enfeites coloridos, o brilho das luzinhas, as decorações temáticas. E, claro, até o Papai Noel. Mas a magia do Natal vai além do que a gente vê. É o que nós sentimos. E é exatamente isso o que a crianças da Fundação Dorina Nowill para Cegos nos ensinam nessa campanha”, completa Rodrigo da Matta, diretor executivo de criação da Lew’Lara\TBWA.

    Assista ao vídeo

    Adote um Áudio

    Ao dia 21 de dezembro, mais de 60 histórias narradas por crianças, jovens e adultos pela Fundação Dorina estarão disponíveis para serem adotadas. Para participar, basta acessar o site no link , escutar as histórias disponíveis e, para aquela que mais se identificar, clicar em “adotar”, que será automaticamente redirecionado para o ‘check out via PayPal’.

    E mais: além da adoção dos áudios, que podem se esgotar conforme os apadrinhamentos antes do encerramento da campanha, as pessoas conseguem fazer uma contribuição financeira para a entidade, que será direcionada para atividades e atendimentos gratuitos prestados pela Fundação Dorina, ao longo de todo o próximo ano.

    “O Papai Noel é um dos símbolos mais icônicos do Natal. Crescemos com a imagem do “bom velhinho”, que distribui presentes em 25 de dezembro. De certa forma, a campanha Adote um Áudio vem para resgatar essa magia natalina. Vamos estimular a inclusão ao mesmo tempo realizamos os desejos de crianças e adultos cegos e com baixa visão”, comenta Alexandre Munck, Superintendente Executivo da Fundação Dorina Nowill para Cegos.

    Publicidade

    Sobre a ação Sentindo o Natal

    A ação foi criada e operacionalizada pela agência Lew’Lara\TBWA, e contou com a parceria de empresas como a Produtora Pancs, por meio da Judith Belfer (diretora de cena) e a Marcia Branco (produtora), responsável pela captação de imagem, e da Cabaret Audio, por meio da Ingrid Lopes, pelo tratamento dos áudios. Para dar ainda mais visibilidade, “Adote um Áudio” conta também com o apoio da Eletromídia com OOH. 

    Sobre a Fundação Dorina

    A Fundação Dorina Nowill para Cegos é uma organização sem fins lucrativos e de caráter filantrópico. Há 76 anos se dedica à inclusão social de crianças, jovens, adultos e idosos cegos e com baixa visão. A instituição oferece serviços gratuitos e especializados de habilitação e reabilitação, dentre eles orientação e mobilidade e clínica de visão subnormal, além de programas de inclusão educacional e profissional.

    Responsável por um dos maiores parques gráficos braille em capacidade produtiva da América Latina, a Fundação Dorina Nowill para Cegos é referência na produção e distribuição de materiais nos formatos acessíveis braille, áudio, impressão em fonte ampliada e digital acessível, incluindo o envio gratuito de livros para milhares de escolas, bibliotecas e organizações de todo o Brasil.

    A instituição também oferece uma gama de serviços em acessibilidade, como cursos, capacitações customizadas, sites acessíveis, audiodescrição e consultorias especializadas. Com o apoio fundamental de colaboradores, conselheiros, parceiros, patrocinadores e voluntários, a Fundação Dorina Nowill para Cegos é reconhecida e respeitada pela seriedade de um trabalho que atravessa décadas e busca conferir independência, autonomia e dignidade às pessoas com deficiência visual.

    Picture of Jornalista Inclusivo
    Jornalista Inclusivo

    Da Equipe de Redação