fbpx

LEGO Braille Bricks: Novidade às vésperas do Dia Mundial do Braille

Imagem do brinquedo ilustra o texto LEGO Braille Bricks: Novidade às vésperas do Dia Mundial do Braile
Descrição da imagem #PraCegoVer: Ilustra o texto “LEGO Braille Bricks: Novidade às vésperas do Dia Mundial do Braile” a foto de uma caixa cheia de peças do brinquedo. A caixa é amarela, retangular, no formato dos blocos do brinquedo, e tem uma informação em Braille na tampa. Ao lado da caixa, sobre uma superfície branca, há outros blocos espalhados. No superior da imagem está o logo Braille Bricks e a frase: Um brinquedo para alfabetização e inclusão de crianças cegas. Créditos: Divulgação

Fundação Dorina confirma chegada do primeiro lote de LEGO Braille Bricks no Brasil

Peças auxiliam na alfabetização através do braille e serão distribuídas de forma gratuita para escolas e organizações do país que possuam alunos com deficiência visual

Às vésperas do Dia Mundial do Braille, celebrado no dia 04 de Janeiro, a Fundação Dorina Nowill , em parceria com a Fundação LEGO , anuncia a chegada do primeiro lote do LEGO Braille Bricks para distribuição gratuita e exclusiva às escolas e organizações brasileiras que atendam pessoas com deficiência visual.

Para noticiar essa novidade, a Fundação Dorina reforça que em 2019, 28 mil alunos com deficiência visual estavam matriculados na Educação Infantil e no Ensino Fundamental no Brasil. Em pleno processo de formação, é o Sistema Braille que segue até hoje como único meio de alfabetização dessas crianças.

Para auxiliar nesse processo, o brinquedo para alfabetização e inclusão de crianças cegas conta com mais de 300 peças que apresentam letras e números braille em alto relevo. Dessa forma, a iniciativa fomenta a educação de forma lúdica, prática e inclusiva – já que os famosos blocos também possuem o alfabeto convencional impresso, possibilitando que crianças cegas e videntes aprendam juntas.

Foto de criança negra com deficiência visual ilustrando LEGO Braille Bricks: Novidade às vésperas do Dia Mundial do Braile
Descrição da imagem #PraCegoVer: Fotografia mostra uma criança de pele negra, com óculos de grau, brincando com o LEGO Braille Bricks. Ele está com o rosto próximo ao brinquedo, e ainda aparece a mão de outra criança. Créditos: Reprodução/Fundação Dorina

“Quando Dorina de Gouvêa Nowill perdeu a visão, na década de 1930, a possibilidade de um aluno com deficiência visual seguir com os estudos era bastante limitada e segmentada. Justamente por isso, essa passou a ser uma de suas principais lutas. Nesse sentido, o LEGO Braille Bricks, uma história idealizada, construída e conquistada com a participação ativa de nossos especialistas e pessoas atendidas pela Fundação Dorina, consolida o legado de nossa fundadora”, explica Alexandre Munck, superintendente executivo da Fundação Dorina Nowill para Cegos.

A Fundação Dorina participa ativamente do projeto desde 2016, sendo uma das primeiras instituições no mundo a incentivar seu desenvolvimento. O projeto chamou a atenção do Grupo LEGO e da LEGO Foundation em 2018 e, no ano passado, foi apresentado mundialmente em Paris durante a Conferência de Marcas Sustentáveis. Além das peças, o projeto LEGO Braille Bricks desenvolveu uma base educacional com um kit de ferramentas, metodologia de ensino e processo de formação de educadores, garantindo melhor aproveitamento do recurso.

Vale ressaltar que o material está disponível em outros 20 países: Alemanha, França, Dinamarca, Estados Unidos, Noruega, Reino Unido etc. Assim como a Fundação Dorina Nowill no Brasil, cada país tem suas instituições parceiras auxiliando no desenvolvimento e aplicando a metodologia Braille Bricks. A Fundação LEGO trabalha para que o recurso esteja disponível em outras línguas e chegue a 20 países até 2021. Para mais informação acesse o site https://www.legobraillebricks.com  

Imagem do brinquedo ilustra o texto LEGO Braille Bricks: Novidade às vésperas do Dia Mundial do Braile
Descrição da imagem #PraCegoVer: Imagem com os blocos coloridos espalhados sobre uma superfície, em cima do manual do brinquedo, onde aparece o logo LEGO, e o nome Braille Bricks. Logo abaixo há a tradução em braille. No superior da imagem está o logo Braille Bricks e a frase: Um brinquedo para alfabetização e inclusão de crianças cegas. Créditos: Divulgação

Sobre a Fundação Dorina Nowill para Cegos

Há mais de 70 anos, A Fundação Dorina Nowill para Cegos trabalha para que crianças, jovens, adultos e idosos cegos e com baixa visão sejam incluídos em diferentes cenários sociais. A instituição oferece serviços gratuitos e especializados de habilitação e reabilitação, dentre eles orientação e mobilidade e clínica de visão subnormal, além de programas de inclusão educacional e profissional. 

Responsável por um dos maiores parques gráficos de braille no mundo com capacidade de impressão de até 450 mil páginas no sistema por dia, a Fundação Dorina Nowill para Cegos é referência na produção e distribuição de materiais nos formatos acessíveis braille, áudio, impressão em fonte ampliada e digital acessível, incluindo o envio gratuito de livros para milhares de escolas, bibliotecas e organizações de todo o Brasil. 

A instituição também oferece uma gama de serviços em acessibilidade, como cursos, capacitações customizadas, sites acessíveis, audiodescrição e consultorias especializadas. Contando com o apoio fundamental de colaboradores, conselheiros, parceiros, patrocinadores e voluntários, a Fundação Dorina Nowill para Cegos é reconhecida e respeitada pela seriedade de um trabalho que atravessa décadas e busca conferir independência, autonomia e dignidade às pessoas com deficiência visual. 

Conheça mais detalhes no site oficial: https://www.fundacaodorina.org.br

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no tumblr
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
Rafael Ferraz Carpi

Rafael Ferraz Carpi

Rafael Ferraz Carpi - Founder & Publisher (MTB: 0089466/SP). Jornalista formado em Comunicação Social (2006), Rafael assina como Editor responsável pelo conteúdo, edição geral e publicações. Autor do projeto Jornalista Inclusivo (JI), foi repórter em jornais impressos e em rádio AM, fotógrafo em navios internacionais de cruzeiro e assessor de imprensa. Ativista social, é criador de conteúdo digital acessível, redator web, e marketing digital em mídias sociais.

Todos os posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site usa Cookies

Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. 

Ao clicar no botão “Aceitar” ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies e nossa Política de Privacidade.