Mapa da Equoterapia no DF: Estudantes ampliam acesso à prática terapêutica

Criança sorridente com capacete de hipismo montando um cavalo marrom durante sessão de equoterapia no DF.

Descrição da imagem: Criança sorridente com capacete de hipismo montando um cavalo marrom durante sessão de equoterapia no DF. (Foto: Reprodução/ Agência de Notícias UniCeub)

Pesquisa mapeou centros de terapia equestre do Distrito Federal (DF) com recortes por localização, horários, valores das sessões e contatos.

📲 Use este link para seguir nosso canal no WhatsApp!  

Neste artigo

Boa leitura!

O Cavalo como Ferramenta

A equoterapia é uma prática terapêutica que utiliza o cavalo para o desenvolvimento biopsicossocial de pessoas com deficiência física, intelectual e sensorial. Trata-se de uma terapia utilizada na reabilitação e em diversos tratamentos, agindo como uma ferramenta eficaz para quem tem mobilidade reduzida e condições neurológicas.

A realização da equoterapia conta como equipe interdisciplinar de profissionais da área de saúde, como fisioterapia, terapia ocupacional e psicologia; da educação, como pedagogia e educação física; além de especialistas em equitação. Essa abordagem, utilizando o cavalo como instrumento terapêutico e educacional, proporciona benefícios significativos para o equilíbrio, força e coordenação motora para uma diversidade de pacientes.   

Publicidade

Programas Básicos de Equoterapia

Capaz de desenvolver novas formas de socialização, autoconfiança e autoestima das pessoas praticantes, a equoterapia está dividida em quatro eixos:

  1. Hipoterapia:
  • Destinada a pessoas que necessitam de suporte total com dois auxiliares.
  • Foco na melhoria de habilidades motoras, emocionais e cognitivas por meio da interação com o cavalo.
  1. Educação e Reeducação:
  • Para quem já tem algum controle sobre o cavalo, exigindo menos assistência.
  • Objetivo de aprimorar habilidades e fortalecer o vínculo entre o paciente e o cavalo.
  1. Pré-Esportivo:
  • As pessoas praticantes conduzem o cavalo sem auxílio.
  • Participam de exercícios de hipismo, preparando-se para atividades esportivas mais avançadas.
  1. Prática Esportiva Paraequestre:
  • Voltada para pessoas aptas a competir e participar de eventos, como as Paralimpíadas.
  • Envolve treinamento específico para competições e desafios esportivos.

Sobre a Pesquisa

No Distrito Federal, estudantes do curso de Medicina Veterinária do Centro Universitário de Brasília (CEUB) decidiram investigar e democratizar o acesso à equoterapia para a população interessada. Como resultado, a pesquisa divulga ao público um mapa com localização, contatos, preços e horários da terapia na região.

“O tratamento inclui suporte aos familiares dos pacientes, fortalecendo o aspecto psicológico de todos os envolvidos”, acrescenta Francislete Melo, professora de Medicina Veterinária do CEUB e orientadora da pesquisa.

Publicidade

A partir de análise qualitativa da equoterapia nos últimos 10 anos, visitas técnicas à Associação Nacional de Equoterapia (ANDE) e entrevistas com equitadores, profissionais da fisioterapia, fonoaudiologia e psicologia, o estudo de Isabelle de Freitas, Beatriz Lins e Cavalcante, Ana Cecilia Penna e Lucas Queiroz aponta benefícios diversos para pacientes com Transtorno do Espectro Autista (TEA).

“O movimento tridimensional do cavalo, semelhante ao andar humano, proporciona estímulos que ajudam no equilíbrio, na força e na coordenação motora. Também constatamos melhorias na fala e na autoestima desse grupo de pacientes”, explica Isabelle.

Publicidade

Acesso à Prática Terapêutica

Para viabilizar o acesso à equoterapia no DF, estudantes criaram um folder informativo que detalha os benefícios e mapeia as instituições que oferecem a terapia na região. O material foi distribuído na Rede Sarah Kubitschek de Hospitais de Reabilitação em Brasília, centro público de referência nacional e internacional na recuperação de pacientes com traumas. A proposta é multiplicar a divulgação em outros espaços de saúde.

“Nosso objetivo foi informar as pessoas em reabilitação sobre a disponibilidade e os benefícios da equoterapia no DF. Acreditamos que com informação e acesso, podemos mudar a realidade de quem precisa desta terapia, especialmente aqueles em estado de vulnerabilidade social,” conclui o grupo de estudantes do CEUB.

Mapa da Equoterapia no DF

Confira informações do mapa elaborado por estudantes dos CEUB. Para facilitar um pouco mais, nossa equipe de redação também investigou os sites e redes sociais das organizações. Confira abaixo.

Quem pode fazer?

A equoterapia pode ser indicada a pacientes em reabilitação após lesões ou cirurgias ortopédicas, pessoas em tratamento de paralisia cerebral, lesões na medula espinhal, distrofia muscular, TEA, síndrome de Down, esclerose múltipla e distúrbios psicológicos como ansiedade, depressão e estresse pós-traumático podem se beneficiar dos programas de tratamento especializados.

Quanto custa?

O custo médio no DF varia de R$ 150 a R$ 750 por sessão. Entretanto, também existem programas gratuitos (incluindo a equoterapia), a exemplo dos projetos desenvolvidos pela ANDE Brasil, no campus de Planaltina, do Instituto Federal de Brasília (IFB), o Regimento Montado da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) e outros.

Publicidade

Onde fazer?

Centro de Equoterapia da PMDF (Sede do batalhão)

Centro de Equoterapia IFB (Campus Planaltina)

Associação Nacional de Equoterapia (ANDE Brasil)

Centro Hípico do Parque (Abrace Equoterapia)

Equoterapia Cris César

Vida e Galope Equitação e Equoterapia

Equitação e Equoterapia Joca (Centro Hípico de Gama)

Espaço Equestre Escola de Equitação

Vila Equestre Equilíbrio

Contribua com este mapa

Temos o compromisso de manter este documento atualizado e relevante. Se você tiver informações adicionais, novidades ou identificar algum erro, ficaremos felizes se puder compartilhar nos comentários abaixo.

Publicidade