fbpx

Relançamento do App VEM CÁ no Rock In Rio Humanorama 2021 é nessa quinta (16)

Arte com foto de mulher negra, com celular no App VEM CÁ no Rock In Rio Humanorama 2021. Descrição detalhada na legenda.
Descrição da imagem #PraCegoVer: Arte com foto e logo ilustrando a pauta do App VEM CÁ no Rock In Rio Humanorama 2021. Na lateral esquerda da imagem, a fotografia em preto e branco de uma mulher negra, sorrindo, com um celular em seu rosto. A tela do dispositivo mostra ilustrações coloridas e o logo do aplicativo “VEM CA – Cultura Acessível”. Na outra lateral da arte, em fundo laranja, está o logo do evento, na cor roxa, com o nome: “Rock in Rio Humanorama”. Créditos: Divulgação/Edição

Utilize os recursos de Acessibilidade Digital da EqualWeb clicando no botão redondo flutuante, na lateral esquerda. Para a tradução em Libras, acione a Maya, tradutora virtual da Hand Talk , no ícone quadrado à direita. Para ouvir o texto com Audima utilize o player de narração abaixo.

Evento contará com aplicativo de acessibilidade cultural para pessoas com deficiência

Fundadora da Escola de Gente, Claudia Werneck relança o App VEM CÁ no Rock In Rio Humanorama 2021, ao lado do médico psiquiatra José Belizário, o influenciador digital Ivan Baron e a jornalista Larissa Werneck

O Rock in Rio está em contagem regressiva e lançou o festival Rock in Rio Humanorama , que acontece entre hoje (14) e 17 de setembro. O evento, que promove conversas e encontros por um mundo melhor e mais humano, incentivando as pessoas a refletirem e compartilharem ideias e percepções diversas, contará com a participação da ONG Escola de Gente, referência em inclusão e acessibilidade.

CONTINUA APÓS PUBLICIDADE 

A ONG, já conhecida dentro do “ecossistema da inclusão”, fará um relançamento do App VEM CÁ – o primeiro plenamente acessível pensado e produzido no Brasil –, recentemente reconhecido pela UNDESA/ONU uma das 400 melhores práticas internacionais em direção à Agenda 2030, de sustentabilidade para o planeta. O App promove acessibilidade cultural e de conteúdo para pessoas com deficiência e aquelas que precisam de algum recurso, ainda que temporariamente, para desfrutar da arte e do entretenimento com acessibilidade.

Tela de apresentação do aplicativo VEM CÁ.
Descrição da imagem #PraCegoVer: Tela de apresentação do aplicativo VEM CÁ. Na lateral esquerda, um rosto com a sobreposição da imagem um celular com a tela do app. Ao lado, mais três imagens imagens de tela do app. Creditos: Reprodução / Google Play

O novo VEM CÁ está totalmente adaptado à cultura online e traz ainda um cadastro de profissionais de acessibilidade. Será apresentado no painel organizado pela Escola de Gente convite do Humanorama, com o tema “Insanidades e Inacessibilidades. Fomos nós que fizemos tudo isso?”.

Para o relançamento do App, no dia 16 de setembro, às 13h20, a jornalista e fundadora da Escola de Gente, Claudia Werneck, estará ao lado do médico psiquiatra José Belizário, o influenciador digital Ivan Baron e a jornalista Larissa Werneck. O painel será o único do Humanorama totalmente acessível com audiodescrição, legenda, Língua de sinais brasileira (Libras) e Língua Gestual Portuguesa (LGP).

Fotografia de Ivan Baron, homem branco usando óculos de grau e uma coroa dourada.
Descrição da imagem #PraCegoVer: Arte com fotografia colorida e texto. Texto: Ivan Baron, influenciador da inclusão. Na imagem está o Ivan, homem de pele branca e cabelos pretos curtos. Usa óculos de grau, camiseta e jaqueta preta, com as mãos ajeitando uma coroa dourada na cabeça. Atrás dele, no canto esquerdo superior, as letas GQ – logo da revista de Moda Masculina, Cultura e Lifestyle. Créditos: Reprodução/Instagram

App VEM CÁ – Cultura Acessível

Com mais de 15 mil downloads, o aplicativo, lançado no final do ano 2019, teve sua trajetória de sucesso interrompida pelo isolamento social que esvaziou a oferta de arte, cultura e entretenimento no presencial.

“A COVID-19 aumentou a responsabilidade social do VEM CÁ por sua acessibilidade plena e decidimos criar novas funções e aumentar a sua robustez tecnológica para expandir o aplicativo com segurança. Foi assim que o ‘C’ de cultura virou também ‘C’ de conexão, ‘C’ de conhecimento e ‘C’ de conteúdo online. E tudo se encontra no lema do VEM CÁ: sem acessibilidade a arte não vive.”

CONTINUA APÓS PUBLICIDADE 

O VEM CÁ a ser apresentado no Rock In Rio Humanorama 2021 oferece agora eventos virtuais que trazem acessibilidade a todos os públicos. São múltiplas possibilidades de busca, com data e local, combinando os 24 tipos de atividades culturais (que agora incluem também artigos acadêmicos, podcasts, publicações de matérias etc.) com 12 tipos de acessibilidade, algumas apenas no presencial: assento acessível, audiodescrição/guia acessível, banheiro acessível, elevador/rampa, gratuidade, legenda, Libras, Libras tátil, linguagem simples, piso tátil, publicações acessíveis e visita tátil.

Claudia Werneck App VEM CA foto Felipe ONeill
Descrição da imagem #PraCegoVer: Fotografia da Claudia Werneck, fundadora e superintendente da Escola de Gente. Mulher branca de cabelos grisalhos curtos, óculos de grau e camisa em tom verde-amarelado. Está sorrindo, com um celular na mão, mostrando a tela do aplicativo VEM CÁ. Atrás dela há uma parede com vasos. Créditos: Divulgação

“As pessoas com deficiência são a maior minoria do mundo e, no Brasil, representam, segundo o Censo 2010 do IBGE, quase 25% da população brasileira. São pessoas que enfrentam um cotidiano repleto de riscos numa sociedade que não as percebe como parte dela e, portanto, naturaliza várias formas de exclusão e discriminação. A falta de comunicação acessível é uma delas”, explica Claudia.

Acessado gratuitamente, o app também conta com espaço para profissionais de acessibilidade, que podem se cadastrar no aplicativo e integrar um banco de dados inédito no Brasil. Pessoas e empresas interessadas em praticar mais acessibilidade podem realizar buscas para encontrar tais profissionais e, dessa forma, o aplicativo vai fomentar a geração de emprego e renda no setor de acessibilidade.

O aplicativo VEM CÁ tem patrocínio do Itaú, Light, MRS Logística, TechnipFMC, White Martins, Wilson Sons, Secretaria de Cultura e Economia Criativa e Governo do Estado do Rio de Janeiro. Já no apoio, a organização conta com a Lei de Incentivo à Cultura, Ashoka, Movimento Arredondar e Burger King.

Para participar e acompanhar a programação do Rock In Rio Humanorama acesse o link: https://festival.rockinriohumanorama.com/

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no tumblr
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
Jornalista Inclusivo

Jornalista Inclusivo

Da Equipe de Redação JI
Editor responsável (MTB: 0089466/SP)

Todos os posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site usa Cookies

Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. 

Ao clicar no botão “Aceitar” ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies e nossa Política de Privacidade.