Recife recebe o RECPARE, evento híbrido de acessibilidade digital

Arte com fundo roxo e texto: Acessibilidade digital - RECPARE, 16 de junho, CESAR. Ilustração de pessoa negra acenando. Texto: Participe. @RECPARE. Logo de iniciativas de apoio.
Sediado no Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife, o RECPARE terá uma série de palestras de profissionais da área da tecnologia sobre inclusão no setor. (Imagem: Reprodução/Sympla)

Evento busca fomentar o debate e ajudar na construção de um ecossistema propício para a cultura da inclusão crescer na área de tecnologia.

O RECPARE, primeiro grande evento de acessibilidade digital do Nordeste, será realizado no CESAR, no próximo dia 16, em formato remoto e presencial. O CESAR — Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife , que atua na educação e inovação impulsionando organizações e potencializando suas estratégias digitais, apoia a iniciativa, voltada para estudantes e profissionais de Tecnologia da Informação e Comunicação, Produtos e outras áreas.

Neste artigo

Boa leitura!

Publicidade

RECPARE: Evento híbrido de acessibilidade digital

O objetivo do evento é ajudar na construção de um ecossistema propício para a cultura da inclusão ser ampliada no setor:

“Como profissional que atua com acessibilidade, senti o desejo de movimentar a área para reparar no pilar de acessibilidade. Temos poucos eventos que abordam a questão da acessibilidade em produtos digitais, e todos eles centrados na região Sudeste. Colocar o olhar para o ecossistema de inovação do Recife e alavancar o Nordeste para sediar eventos da área de Design, sobretudo de acessibilidade, foi uma das motivações que me levaram a pensar o RECPARE”, diz Pedro Izidio , um dos organizadores.

As inscrições devem ser realizadas no Sympla , com 150 vagas presenciais (CESAR Brum) e 500 online.

Temas e palestrantes do evento

Temas como “Vivências do Mercado Tech e Experiências como Pessoa com Deficiência”, “Acessibilidade, Gênero e Vivências”, “Design Inclusivo – Projetando Hardwares para Pessoas com Deficiência” e “Do Design Exclusivo para o Design Inclusivo” serão abordados pelos quatro palestrantes convidados.

  • Thiago Vinicius: Vivências do mercado tech e experiências como pessoa com deficiência. Senior Business Analyst da TCS, é voluntário do VALE PCD e fala e advoga pelo tema da acessibilidade.
  • Luana Maria: Acessibilidade, gênero e vivências. Desenvolvedora Java na Play9, é mulher trans/travesti de 22 anos, ativista, palestrante, articuladora social e desenvolvedora fullstack.
  • Davi Pradines: Design inclusivo, projetando hardwares para pessoas com deficiência. Full Interaction Designer no CESAR, é mestrando em design e pesquisa sobre hardwares acessíveis.
  • Marcelo Sales: Do Design exclusivo para o Design inclusivo. CEO da Tudo é Acessibilidade, é a maior referência no Brasil na área e tem mais de 20 anos de experiência nas principais empresas do país.

O RECPARE tem parcerias com o CESAR e Vale PCD . O ingresso terá um preço social de R$ 10, e as receitas serão destinadas a cobrir os custos dos intérpretes de Libras. O evento terá duração de quatro horas, das 8h às 12h.

Serviço

RECPARE: Acessibilidade Digital

Local: CESAR – Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife
Endereço: Rua do Brum, 463, Bairro do Recife, Recife (PE)
Data: Dia 16/06 (sexta-feira)
Horário: Das 8h às 12h
Inscrições: Site Sympla no link
Valor: R$ 10,00
Informações: Links úteis

Organizadores do evento

  • Pedro Izidio, graduado e pós-graduado em Design. Atua como Accessibility Product Designer;
  • Vanessa Vedoy, formada em publicidade e mestra em Comunicação. Atua como UX Designer no CESAR.
Sobre o CESAR

O CESAR é um centro de inovação que há 26 anos transforma pessoas e impulsiona organizações, potencializando suas estratégias digitais. Por meio de um time diverso e multidisciplinar de mais 1.100 colaboradores, desenvolve soluções com qualidade e impacto para os negócios, articulando talentos e conhecimento nos ecossistemas nos quais estão inseridos. Atua ao longo de todo o ciclo de inovação, desenvolvendo soluções que apoiam organizações em qualquer nível de maturidade digital que se encontre. 

A organização faz parte do Porto Digital – parque que agrega no Recife mais de 350 empresas dos segmentos de Tecnologia da Informação e Comunicação e Economia Criativa. Também administra a CESAR School, escola de inovação criada com a finalidade de capacitar profissionais para as novas demandas de um mercado cada vez mais disruptivo.

Picture of Jornalista Inclusivo
Jornalista Inclusivo

Da Equipe de Redação