Formulário para comunicadores em direitos humanos é lançado pelo MDHC

Uma pessoa segurando um smartphone exibindo um pôster colorido - formulário para comunicadores em direitos humanos.
O Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania (MDHC) quer ampliar o diálogo com influenciadores e criadores de conteúdo através de um formulário para comunicadores. (Foto: Relineo/Freepik)

O Ministério também lançou recentemente a revista "Direitos Humanos Pra Quem?" destacando suas principais ações e políticas de 2023.

O Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania (MDHC) anuncia iniciativa para expandir seu alcance, buscando a colaboração de pessoas comunicadoras e influenciadoras comprometidas com a temática dos direitos humanos. Com o objetivo de aumentar sua rede de multiplicadores de conteúdo, o órgão disponibiliza um formulário eletrônico, abrindo as portas para a ampliação do diálogo e engajamento com essa importante causa.

Publicidade

“Estamos reunindo criadores de conteúdo, representantes da sociedade civil, líderes comunitários e influenciadores com presença nas redes sociais. Eles podem nos ajudar a ampliar o alcance das pautas do Ministério e contribuir para garantir os direitos humanos para todos.”, diz a publicação.

Ampliando o Diálogo: Formulário para Comunicadores em DH

De acordo com as informações recentemente divulgadas pelo MDHC, o objetivo é reunir criadores de conteúdo que representem a sociedade civil e líderes comunitários com forte presença nas redes sociais. A intenção é contar com suas habilidades e audiência para amplificar as pautas do Ministério, contribuindo assim para a promoção e garantia dos direitos humanos para todas as pessoas.

Comunicadores sociais, criadores de conteúdo, representantes da sociedade civil, líderes comunitários e influenciadores digitais podem se inscrever. Para se tornar um agente de direitos humanos, é necessário preencher o formulário neste link: https://bit.ly/ComunicadoresdeDH .

Publicidade

Lançamento da Revista “Direitos Humanos pra Quem?”

No início do mês, a Assessoria Especial de Comunicação Social do Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania (Ascom/MDHC) lançou a revista “Direitos Humanos Pra Quem?”. A publicação é um dos produtos do projeto de mesmo nome, que tem como objetivo sensibilizar a sociedade brasileira para o resgate do verdadeiro conceito de direitos humanos, em contraposição à tentativa de enfraquecer e descredibilizar essa pauta tão importante e necessária em uma Nação como o Brasil. 

Missão e Significado

A revista traz um editorial, assinado pelo Assessor Especial de Comunicação Social do MDHC, Ruy Conde, que fala sobre a missão da Ascom de ressignificar os direitos humanos e a importância do trabalho de comunicação – considerada pelo ministro Silvio Almeida como um dos pilares de sua gestão – para o alcance desse objetivo. 

As 72 páginas da publicação destacam as principais conquistas e ações do Ministério. Além de apresentar o balanço de 2023, a revista informa ao apresentar conceitos importantes para que a população entenda o verdadeiro significado e os princípios fundamentais dos direitos humanos.

Projetos e produtos

O projeto “Direitos Humanos pra Quem?” lançou alguns produtos além da revista, como o videocast de mesmo nome apresentado pelo ministro Silvio Almeida. Em dezembro, foi lançado o primeiro de uma série de vídeos temáticos sobre assuntos importantes para o MDHC. 

O programa com a missão de resgatar o verdadeiro conceito dos Direitos Humanos, também busca alcançar os mais variados públicos com uma linguagem dinâmica, acessível e inclusiva. São debatidos temas como apologia da ditadura, discurso de ódio, significado da sigla LGBTQIAPN+, marginalização das pessoas em situação de rua, capacitismo, entre outros.

Todos esses produtos, juntamente com outros projetos, políticas públicas e campanhas de comunicação desenvolvidas pela Ascom/MDHC no primeiro ano de gestão do ministro, estão na revista.

A revista disponibilizada digitalmente, em formato PDF, pode ser acessada na íntegra no Link .

Além disso, na página do projeto “Direitos Humanos Pra Quem?” também é possível ter acesso às peças da campanha, como os episódios do videocast, a revista e demais publicações.

Jornalista Inclusivo
Jornalista Inclusivo

Da Equipe de Redação

Publicidade

Deixe um comentário