Embaixadores ASID impulsionam a representatividade PCD nas redes

Fundo degradê em azul claro e escuro, fotos e texto: Embaixadores ASID. À esquerda está a Vitória Behs, sorrindo. À direita está o Claudio Aleoni Arruda, que também sorri.
Conheça os Embajxadores ASID, projeto da ONG Ação Social para Igualdade das Diferenças. (Imagem: Edição de arte. Créditos: Divulgação)

Vitória Behs e Claudio Aleoni Arruda foram convidados para ajudar a engajar a sociedade na luta pela inclusão da pessoa com deficiência

Focada em combater a exclusão da pessoa com deficiência na sociedade e no mercado de trabalho, a ASID Brasil (Ação Social para Igualdade das Diferenças) anuncia o seu novo projeto Embaixadores ASID.

Atrelado à nova marca da organização, o projeto lançado no segundo semestre de 2022 tem o objetivo de construir uma comunidade de representantes da causa para divulgar ações, colaborar na construção coletiva de projetos e gerar conteúdo para engajar a audiência e o movimento das pessoas com deficiência

Conteúdo do artigo
    Add a header to begin generating the table of contents
    Scroll to Top

    Boa leitura!

    Publicidade

    Movimento Embaixadores ASID

    Para integrar o projeto, a ASID selecionou duas pessoas que já participaram dos programas da organização. Os escolhidos para serem os Embaixadores foram os influenciadores Claudio Aleoni Arruda e Vitória Behs

    De acordo com Leonardo Mesquita, líder do Projeto e responsável pelo setor de Inovação Social e Redes da ASID, a iniciativa ainda está em fase piloto. Para ele, os Embaixadores têm como foco fazer com que as próprias pessoas com deficiência mostrem suas perspectivas sobre inclusão, representatividade e visibilidade.

    “Não será apenas um projeto de voluntariado e parceria, mas também é para gerar renda para eles, para difundir e potencializar suas vozes nas redes sociais. A nossa ideia é que, no próximo ano, a gente possa ter mais embaixadores, representando mais causas. Queremos ampliar esse grupo para que a gente possa, de fato, ter uma grande comunidade de representantes da causa, com os quais a gente possa fazer uma série de debates, discussões e construção coletiva de projetos”, explica.

    Representatividade PCD

    Os Embaixadores ASID têm como pilares aumentar a comunidade de representantes da ASID e suas ações, apoiar os embaixadores para que ganhem maior visibilidade, possam engajar a sociedade nas lutas pela inclusão e construir coletivamente ações de comunicação, informando e gerando conteúdos sobre a causa, além de discussões sobre ações de impacto social. 

    Para os planos futuros, Mesquita adianta que a ASID tem a intenção de remunerar os conteúdos elaborados pelos Embaixadores, transformando-os em conteudistas, além da organização contribuir com layout e conteúdo para as redes sociais dos embaixadores, apoiando em tudo o que for necessário para engajar suas profissões no mundo virtual e real.  

    Publicidade

    Conheça os Embaixadores ASID

    Claudio Aleoni Arruda,  37 anos, tem trissomia do cromossomo 21 (síndrome de Down), e sua grande paixão sempre foi o hipismo. Alegre e bastante comunicativo, Claudio já fez parte de projetos da ASID, como o ASAS, e o Empreenda, inclusive recebendo o auxílio da ASID para abrir o seu MEI e profissionalizar a sua carreira de palestrante.

    Natural de São Paulo, Claudio já carregou a tocha olímpica e também é um cavaleiro, conquistando em 2009 o título de Vice-Campeão da Regional Metropolitana de São Paulo e Vice-Campeão Paulista de Hipismo na série intermediaria, saltando 60 cm. 

    “Pensar alto é acreditar sempre em nossos sonhos. Quero ter muitos seguidores no Instagram e fazer bastante conteúdo. Quero que a sociedade tenha outro olhar em relação a nós, pessoas com deficiência, para acabar com o preconceito e o capacitismo”, afirma Cláudio, sobre os planos em ser um dos Embaixadores da ASID.  

    Já Vitória Behs , ou Vi Behs, é uma pessoa com deficiência física e tem na moda seu objetivo de vida. Estilista e consultora de moda, já participou de castings, ensaio de fotos e vídeos para lojas de roupas em Canasvieiras (SC) e Porto Alegre (RS).

    Além disso, chamou a atenção nas redes sociais para a falta de acessibilidade arquitetônica em Canasvieiras, o que, após viralizar, acabou pressionando a prefeitura a adaptar o local. Além de gostar de assistir séries, ler e escrever, ela fala fluentemente inglês e estuda alemão.

    Vi Behs também comenta sobre a iniciativa. “Vai ser uma experiência muito legal e engrandecedora. O projeto irá abranger as pautas para a população em geral”, complementa. 

    Sobre a ASID

    A ASID é uma organização social voltada à construção de uma sociedade inclusiva por meio de projetos de responsabilidade social, como voluntariado, inclusão no mercado de trabalho e desenvolvimento de gestão de organizações parceiras. Com mais de dez anos de atividades, tem mais de 100 mil pessoas impactadas e mais de 7 mil voluntários. A ASID também possui reconhecimento a partir de prêmios nacionais e internacionais, como o Melhores ONGs Época e o United People Global.