Arte de divulgação de lançamento de livro, com foto das autoras, informações em texto e logos. Capa do livro físico e digital mostra duas pessoas, uma com delas com amputação de membro inferior. Instituto Paradigma lança novo livro.
Obra é assinada por Luiza Russo e Luiza Percevallis Pereira com contribuições do Instituto Paradigma. (Imagem: Edição de arte/divulgação)

Instituto Paradigma lança novo livro com estratégias para inclusão de pessoas com deficiência

Foi a preocupação com os impactos causados pelo distanciamento social no processo educacional das pessoas com deficiência que mobilizou as autoras a registrarem a trajetória do Instituto Paradigma, fundado pela professora Luiza Russo em 2003, compartilhando as experiências embasadas pelas metodologias adotadas em seus projetos.

0 Comentário
Desembargador cego, Ricardo Tadeu Marques da Fonseca, homem branco de cabelos grisalhos, terno e gravata, e óculos escuros. Discursando no microfone.
Descrição da imagem #PraCegoVer: Foto colorida, em ambiente interno, com sobreposição dos logotipos do Instituto Paradigma e Jornalista Inclusivo, no canto direto superior. Foto do desembargador cego Ricardo Tadeu Marques da Fonseca. Homem branco, de cabelos grisalhos. Usa óculos escuros, terno e gravata. Está sentado e falando ao microfone. Créditos: Vinícius Tondolo

Primeiro Desembargador cego do Brasil defende “Educação Inclusiva em escola regular como modelo inflexível”

O primeiro membro cego do Ministério Público e da Magistratura no Brasil, Ricardo Tadeu Marques da Fonseca orgulha-se em dizer que já não é mais o único, nem no Ministério Público e nem na Magistratura.

4 Comentários

Fim do conteúdo

Não há mais páginas para carregar